Síndrome de asperger

É o nível mais leve do autismo leve.
.
Esse termo é homenagem ao Psiquiatra e Pediatra austríaco Hans Asperger que em 1944 descreveu crianças com inteligência normal ou acima da média mas que apresentavam dificuldades para socializar, entender a comunicação não verbal, os sentimentos ou demonstrar simpatia.
.
As crianças que tem esse tipo de autismo apresentam fala formal, podem usar termos rebuscados, ou fala robotizada, monótona, sem inflexões na voz.
Dificuldades em compreender ironias e metáforas. .
Falam sobre um mesmo tema que conhecem profundamente. Podem tornar - se cansativos.
Exageradamente sinceros, falam o que pensam, podem ser rudes, grosseiros.
.
Memorizam detalhes.
.
Muito atentos a estímulos externos e internos.
.
Dificuldades com a parte motora podendo ter marcha desajeitada..
.
Em 2013 o diagnóstico de Síndrome de Asperger foi retirado do DSM-5 e passou a fazer parte do Autismo leve.
.
O DSM-5 é o manual diagnóstico da Associação Americana de Psiquiatria.
.
Entretanto a Sindrome de Asperger continua a fazer parte da 10⁰ edição da Classificação Internacional de Doenças (CID 10), que é a adotada oficialmente pelo governo brasileiro.
.
.
A partir de janeiro de 2022 entrará em vigor a 11⁰ edição( CID 11). Nessa classificação a Síndrome de Asperger também foi retirada.
.
O tratamento para a SA visa o treino em competências sociais, terapia cognitivo comportamental e medicamentos se houver ansiedade ou perturbação do humor.
.
Para saber mais acesse: www.autismo.instututopensi.org.br/manual para Síndrome de Asperger
.
#autismo #autismobrasil #autismoleve# transtornodoespectroautista #transtornodoespectrodoautismo #sindromedeaspergerp