Metais pesados no autismo

Crianças com TEA apresentam no sangue e urina maior quantidade de metais pesados, como arsênico, alumínio, mercúrio, chumbo, cadmio e outros, do que crianças saudáveis e menos ferro, calcio, iodo, zinco, selênio, magnésio e outros nutrientes importantes para o correto funcionamento do organismo.

Nosso corpo tem um sistema de detoxficação realizado por vários órgãos, mas principalmente pelo FÍGADO.
Nas crianças com TEA esse sistema de desintoxicação é deficitário, principalmente nos processos de Sulfatação e Metilação gerando elementos tóxicos, que se acumulam no organismo e chegam ao cérebro causando danos as celulas cerebrais e sintomas como irritabilidade, agressão, hiperatividade.

Para que o Fígado possa cumprir sua função de desintoxicação, ele necessita de nutrientes, vitaminas, minerais, aminoácidos provenientes da alimentação. .
.

Nas crianças com TEA, devido a seletividade alimentar, a qualidade baixa dos alimentos consumidos, existe uma carência de nutrientes importantes, dificultando o processo de detoxificação.Há dúvidas inclusive se a criança com TEA tem a deficiência de detoxficação devido a carência alimentar ou se faz parte do Transtorno.
.
É de fundamental importância, conhecendo esse processo que procuremos diminuir a carga tóxica a que estamos expostos diariamente, e ajudemos nosso organismo com um aporte de nutrientes adequado para que ele possa cumprir suas funções. .
.

As fontes de contaminação por metais tóxicos e os sintomas de intoxicação são encontrados facilmente em trabalhos científicos veiculados na internet.
.
A retirada de alimentos industrializados e a
introdução de alimentos orgânicos, frutas, legumes, ervas e condimentos naturais contribuem muito para a melhora do sistema de detoxificação.

A avaliação de um nutricionista para suplementar deficiências e planejar estratégias em relação a seletividade alimentar, orientando trocas e acréscimos é medida segura para atingirmos o objetivo de livrarmos nosso organismo de substâncias deletérias.
.
#autismo # autismobrasil #autismoinfantil # transtornodoespectroautista #transtornodoespectrodoautismo #nutriçãonoautismo #nutriçãofuncional #detoxificação