Enurese noturna

Enurese noturna é o nome que se dá para crianças que fazem xixi na cama  durante o sono após os 6 anos de idade e que  não tem nenhum problema orgânico no sistema urinário.

Ocorre mais em meninos do que em meninas.

A continenecia urinária, isto é a capacidade de permanecer seca a noite é uma habilidade que se adquire aos poucos e depende do processo normal de amadurecimento.

Inicia aos 2 anos e se completa entre 5 e 6 anos. Controle diurno  no  segundo ano de vida e o noturno entre 3 a 6 anos

Causas da enurese noturna:

A causa ainda é desconhecida, mas sabe-se que esse atraso tem uma base genética,  Imaturidade neurológica e contração involuntaria da bexiga a noite e aumento da diurese noturna devido baixa concentração de hormônio antidiurético  durante a noite, o que faz com que a capacidade da bexiga de armazenar urina seja menor do que o volume produzido.

Observou-se que 36% das crianças com enurese noturna apresentam obstipação intestinal.O  tratamento da obstipação leva ao desaparecimento da enurese em 60% dos casos

90%  das crianças com enurese noturna , tem um parente direto que apresentou o problema.

A criança que faz xixi na cama não deve ser castigada ou  criticada.

A enurese noturna abala a auto estima da criança,  que deixa de participar de eventos socias ou dormir na casa dos amiguinhos.

Classificação da Enurese Noturna

Enurese primária:

A criança nunca ficou seca a noite,não tem sintomas diurnos e nem histórico de disfunção da bexiga.

Enurese Noturna Secundária:

Quando a criança já ficou mais de 6 meses seca e de repente volta a fazer xixi na cama.

Geralmente está ligada a fatores emocionais, tais como nascimento do irmão, mudanças de casa, cidade, escola, baixa auto estima, isolamento, separação dos pais.

A Enurese  noturna secundária, necessita de avaliação médica para descartar  fatores físicos, como a Infecção de trato urinário.

Tratamento da enurese noturna

1- tratamento comportamental

2- Alarmes

3-tratamento medicamentoso

Tratamento comportamental - O Primeiro a ser tentado:

  • Técnicas de treinamento da bexiga;

  • reforço positivo;

  • despertar em horários programados;

  • Evitar ingestão de líquidos durante a noite;

  • Evitar líquidos a base de cacau e cafeína

  • Incentivar a criança a fazer xixi antes de dormir e imediamtamente ao acordar.

Tratamento com Alarmes:

Existe  Na USP o Projeto Enurese  para o tratamento com alarme que resulta em sucesso em 70% dos casos

Tratamento medicamentoso

O último a ser tentado, devido aos efeitos colaterais dos medicamentos.

Tratamento com medicamentos homeopáticos tem  boa resposta e pode ser usado concomitantemente ao tratamento comportamental.

Assista ao vídeo abaixo: