Eczema atópico ou eczema infantil – Como tratar

Eczema atópico ou Eczema infantil é a doença de pele mais frequente em crianças. Não é contagiosa.

No Brasil, uma em cada cinco crianças apresenta Eczema atópico.

Se um dos pais teve a doença, há 70% de possibilidade de ela se manifestar no filho, ou 50%, se houver história de rinite, asma ou urticária na família.

Eczema atópico ou eczema infantil

Para  ajudar seu filho a conviver com o eczema atópico voce precisa saber:

  • Como se manifestam os sintomas;

  • A idade em que se manifestam;

  • Quais as localizações prediletas segundo a idade;

  • As causas;

  • Qual a relação com os alimentos;

  • Quais os fatores que agravam;.

  • Qual a base do tratamento

Eczema atópico- sintomas

  • Pele seca;

  • Placas vermelhas;

  • Prurido (coceira): sempre presente e intenso, deixa a criança agitada e chorona. Piora a noite e no calor.

Eczema atópico – Idade em que se manifesta:

Começa nos primeiros meses de vida. Ocorre em crises, com períodos de acalmia. As crises do Eczema atópico aos poucos vão-se espaçando, com melhora após os 7 anos, sendo que 80% melhoram antes da adolescência.

Não deixa sequelas, porém a pele permanece seca.

Os casos mais graves de Eczema atópico podem persistir até a idade adulta.

Crianças com Eczema atópico apresentam maior risco de desenvolver asma e rinite.

Eczema atópico – Localização:

  • Bebês até 2 anos: as lesões se localizam nas bochechas, testa e queixo. Poupa o meio da face.

  • Crianças maiores: dobras internas dos cotovelos e joelhos, pescoço, dorso dos pés, parte posterior das coxas, nádegas.

Eczema atópico – Causas:

O Eczema atópico é um defeito genético em que a pele se torna seca por falta de uma substância chamada Filagrina, que tem a função de hidratar a pele.

A pele seca facilita a penetração de substâncias do ambiente como ácaros, pólen, fungos, poeira doméstica, pelos de animais etc.

Como o terreno é alérgico, essas substâncias são identificadas pelo organismo como agressoras produzindo anticorpos chamados Imunoglobulinas E (IGE) que desencadeiam o processo inflamatório.

A pele seca se torna predisposta a infecções.

A pele seca propicia o prurido (coceira) que é agravado pelo calor, transpiração, hábitos e stress.

O prurido leva aos arranhões, ao risco de infecção e espessamento da pele.

Eczema atópico e alimentos:

30% dos pacientes com Eczema atópico apresentam associação com alergia alimentar, principalmente nas crianças de baixa idade e nas formas mais graves da doença.

Os alimentos mais suspeitos são: clara de ovo, leite de vaca, trigo, soja e amendoim.

Em relação ao leite de vaca, quando ele está associado ao Eczema atópico, ele se manifesta sempre junto com outros sintomas como respiratórios e ou digestivos. Não pensar em alergia ao leite, se o eczema se apresentar sozinho.

Eczema atópico – Tratamento:

Durante as crises, seu médico deverá prescrever os medicamentos locais para a inflamação da pele.

Cuidados gerais:

Como a base do Eczema atópico é a pele seca, o fundamental é a hidratação diária.

  • Hidrate a pele, a fim de fazer uma camada protetora e evitar a penetração das substâncias agressoras;

  • Banhos rápidos diários, não mais do que 5 minutos, não muito quentes;

  • Evite uso excessivo de sabonetes. Prefira produtos dermatológicos em gel;

  • Enxugue apenas apalpando. Evite fricção;

  • Aplique o hidratante prescrito por seu médico logo após o banho, em fina camada com a pele ainda úmida;

  • Não demore mais de 3 minutos para passar o hidratante;

  • Aplique hidratante no corpo todo evitando aplicar nas lesões;

  • Aplique o hidratante várias vezes ao dia;

  • Evite tecidos sintéticos e de lã, e não aqueça demais a criança;

  • Corte as unhas rentes para evitar infecções;

  • Ventile e areje o quarto;

  • Faça a higiene do ambiente tirando carpetes, tapetes, cortinas etc e evite fumaça de cigarros;

  • Lave as roupas antes de usar;

  • Lave as roupas com sabão neutro e sem amaciantes;

  • Após natação e esforço físico, a criança deve tomar ducha imediatamente e aplicar o hidratante.

Obs: Nas crianças pequenas, o momento de passar o hidratante pode ser um momento para intercâmbio afetivo, fazer shantala.

Para mais detalhes sobre a hidratação, acesse:

http://www.fondation-dermatite-atopique.org/pt/tratar-cuidar-prevenir/os-conselhos-diarios

Assista ao vídeo e confira mais detalhes: