Crianças e tecnologia – Dicas de especialistas

A partir de que idade as crianças podem usar eletrônicos?

A Academia Americana de Pediatria recomendava que a criança até 2 anos não fosse exposta à tela de TV e eletrônicos antes da idade de 2 anos, e não mais que 2 horas após essa idade.

A partir de 2016, não há mais essa limitação, e a Academia Americana sugere que cada família encontre o seu padrão para o uso da tecnologia pelas crianças.

A Sociedade Brasileira de Pediatria não concorda com a liberação e entende que manter a norma seria mais benéfico para o desenvolvimento das crianças.

Crianças e tecnologia – Orientações gerais:

  • Crie tempo longe da tecnologia para que seu filho possa correr, brincar ao ar livre, interagir com você e com outras crianças;

  • Fique junto de seu filho nos momentos em que ele estiver no tablet ou TV;

  • Não use a tela como babá eletrônica de seu filho;

  • Escolha programas de qualidade, pois seu filho aprende aprende por imitação, e siga sempre as diretrizes em relação a idade a que o programa se destina.

Crianças e tecnologia – Riscos para o desenvolvimento:

O desenvolvimento da linguagem de seu filho depende da interação com você e com as outras pessoas da família.

Brincar com objetos e a interação com pessoas é fundamental para o desenvolvimento emocional e a capacidade de comunicação de seu filho.

A tecnologia não dá espaço para a comunicação mediada pelo afeto.

Alguns estudiosos acreditam que, se seu filho for muito exposto à TV, tablets etc, poderá vir a apresentar na adolescência déficit de atenção, porque as imagens com estímulos variados fazem com que a vida real pareça monótona e ele se entedie com estímulos lentos como as tarefas escolares.

Crianças muito expostas à tecnologia tem maior tendência à Obesidade.

Crianças no computador – Efeitos sobre o desenvolvimento da visão:

Se seu filho passar muito tempo fazendo esforço visual para perto e em telas cada vez menores, ele desenvolverá preferencialmente a visão para perto e o cérebro poderá entender que a visão para longe é desnecessária.

Pesquisas recentes comprovam que crianças que passam muito tempo no computador, brincando e estudando em salas fechadas, e que não brincam ao ar livre, tem 90% de chance de desenvolver Miopia.

A Miopia é a dificuldade de ver para longe.

Como prevenir os problemas visuais em seu filho:

  • Não deixe que seu filho ultrapasse 1 hora seguida diante das telas;

  • Leve-o durante cerca de cerca de 30 minutos ao ar livre, para se movimentar, brincando, olhando para longe, tomando sol, pois o sol é benéfico para os olhos;

  • Faça com ele brincadeiras que estimulam o olhar para longe:

  1. Solte pipas;

  2. Brinque com bexigas;

  3. Jogue bolas a longa distância;

  4. Ensine-o a brincar de bolinha de sabão e acompanhar as bolinhas com os olhos;

  5. Brincar de balanço, rede, cama elástica;

  6. Procurar ver desenhos nas nuvens;

  7. Procurar passarinhos em árvores.

Esses e outros exercícios visuais para fazer com as crianças para prevenir problemas visuais você encontra no site da Dra. Tatiana Gebrael:  http://www.metodoselfhealing.com.br/

Confira detalhes no vídeo abaixo: