Autismo: O disgnóstico

O diagnóstico do TEA é essencialmente clínico.
Não existe exame de sangue, de imagem ou genético que confirme o diagnóstico.
.

Os exames servem apenas para avaliar as possíveis causas, detectar alguma comorbidade e também para fins de pesquisa. .

O diagnóstico formal é da competência do neuropediatra ou psiquiatra infantil.
.
A referência para o diagnostico é o CID 10 ( Classificação Internacional de Doenças décima edição) da Organização Mundial de Saúde (OMS). .

O Pediatra através das consultas mensais tem papel fundamental na avaliação do risco para o TEA. A partir dos 18 meses é obrigatório a busca de sinais de risco através da utilização da escala validada M CHAT. .
Para o diagnóstico é necessário:
.

Observação direta do comportamento da criança, na interação com o examinador, com os familiares, com os brinquedos.
.

Testes padronizados para avaliação do desenvolvimento neuropsicomotor;
.

Avaliação audiológica;

Busca de informações através de:
.
Entrevista com os pais sobre gestação,uso de medicamentos, drogas, álcool, tabagismo; condições do parto, e intercorrências pós natais.
Idade materna e paterna;
Se houve prematuridade ou baixo peso ao nascer;
Dados da história famíliar, verificando presença de doença psiquiátrica ou genética na familia;
.

Avaliar o comportamento da criança através de fotos e vídeos recentes e antigos;

Depoimento dos cuidadores e professores; .
Dependendo da experiência do neuropediatra ou psiquiatra infantil ele poderá fazer o diagnóstico sem ajuda de outros profissionais.
.
Algumas vezes há necessidade de avaliação multidisciplinar, principalmente quando existe suspeita de deficiência intelectual, quando o quadro é muito leve ou há dúvida no diagnóstico. A equipe multidisciplinar pode envolver o pediatra, neuropsicólogo, fonoaudiólogo, Terapeuta Ocupacional etc.
.
Utilização de escalas padronizadas e validadas para diagnóstico e rastreio do TEA, entre elas :
ATA, M CHAT, CARS ASQ

#autismo #autismoinfantil #autismobrasil #transtornodoespectroautista #transtornodoespectrodoautismo #diagnósticodoautismo